Academia veta "Listen" como candidato português aos Óscares

Academia veta 'Listen' como candidato português aos Óscares
Diogo Barreto 18 de dezembro de 2020

O filme foi vetado por mais de metade do diálogo ser em inglês. Filme tinha sido escolhido pela Academia Portuguesa de Cinema como candidato aos Óscares de 2021 na categoria de "Melhor Filme Internacional".

A Academia de cinema norte-americana responsável pela atribuição dos Óscares vetou o candidato português à categoria de Melhor Filme Internacional, o filme Listen, de Ana Rocha de Sousa. O motivo deste veto foi o facto de o filme ter mais de metade dos díalogos em inglês, um dos parâmetros que devem ser respeitados para que o filme possa ser considerado como "internacional".

De acordo com o jornal Observador, a Academia norte-americana enviou uma nota onde informava a "Academia Portuguesa de Cinema que, após análise do filme Listen de Ana Rocha de Sousa, o International Feature Film Executive Comittee considerou a candidatura não elegível e solicita o envio de um novo candidato com a máxima urgência possível".

Ainda segundo aquele jornal digital, foi aberta "uma votação relâmpago às 00h de 18 de dezembro [sexta-feira] que terminará às 23h59 de domingo, dia 20, durante a qual os membros da Academia votarão no novo candidato de Portugal aos Óscares 2021". Os filmes passíveis de serem escolhidos são os restantes três nomeados pré-selecionados que acompanhavam Listen: Mosquito, de João Nuno Pinto; Patrick, de Gonçalo Waddington e Vitalina Varela, de Pedro Costa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais