Vinci Airports: "Só precisamos de 36 meses para o Montijo"

Negócios 08 de janeiro de 2019

O presidente do grupo francês que detém a ANA considera que o acordo assinado com o Estado para investir na expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa é "a renovação do compromisso com Portugal".

Por Maria Babo - Jornal de Negócios

O presidente da Vinci Airports, Nicolas Notebaert, garantiu esta terça-feira, na assinatura do acordo de financiamento de expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa entre a ANA – aeroportos de Portugal e o Estado – que "só são precisos 36 meses", após a obtenção da declaração de impacte ambiental e da revisão do contrato de concessão, para o aeroporto do Montijo estar a funcionar.


O responsável, que salientou que a nova infraestrutura será "do futuro" e "verde", disse ainda que arrancará com uma capacidade para 7 milhões de passageiros.  

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login