Turquia critica papa por falar de "genocídio arménio"

CM 27 de junho de 2016

Governo diz que pontífice não está a ajudar o processo de paz.

Por Correio da Manhã

O papa Francisco não está a ajudar o processo de paz no Cáucaso do Sul, ao usar a palavra 'genocídio arménio' durante a visita à Arménia na sexta-feira, advertiu esta segunda-feira o Ministério dos Negócios Estrangeiros turco.

"Vemos com tristeza que a visita do papa à Arménia, neste momento crítico, não contribui em nada para a paz e a estabilidade necessária ao Cáucaso do Sul", garantiu, em comunicado, o ministério, em relação aos últimos combates e negociações entre a Arménia e o Azerbaijão sobre o Nagorno-Karabakh.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login