Trabalhadores angolanos sem salários há 5 anos pedem intervenção do Presidente

CM 18 de agosto de 2018

Dezenas de pessoas manifestaram-se nas ruas de Angola contra a ausência de pagamento.

Por Correio da Manhã

Algumas dezenas de trabalhadores da Empresa Nacional de Pontes de Angola (ENPA) marcharam na tarde deste sábado, em Luanda, protestando pelos 57 meses de salários em atraso e pediram a intervenção do Presidente angolano na resolução da situação.

"Tristeza, trabalhadores da empresa de pontes 57 meses sem salários", "o sofrimento continua", "pedimos ajuda do senhor Presidente da República e à sociedade em geral" ou ainda "socorro, estamos a morrer" eram as frases estampadas nos cartazes exibidos pelos manifestantes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui