TAP vai manter limites de vento definidos para aterrar na Madeira

CM 13 de setembro de 2018

Companhia aérea "quer e tem trabalhado para baixar os preços para a Madeira".

Por Correio da Manhã

A TAP vai manter os limites de vento que definiu para aterragens no aeroporto na ilha da Madeira, porque estudou o assunto e tem o "seu padrão de operação e de segurança", afirmou esta quinta-feira o presidente executivo da transportadora aérea.

O tema foi dos que mais marcaram a audição desta quinta-feira em comissão parlamentar de Antonoaldo Neves que, aos jornalistas, precisou caber ao regulador, em alguns assuntos, poder definir limites e que "cabe ao operador decidir se opera naquele limite ou num limite um pouco abaixo daquele limite".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login