Seguros de casas afetadas pelos incêndios têm de ser acionados antes dos apoios públicos

CM 23 de outubro de 2017

"Queremos que haja um apoio célere e rigoroso da parte das seguradoras e da parte do Estado", referiu Pedro Marques.

Por Correio da Manhã

O ministro do Planeamento salientou esta segunda-feira que no processo de reparação de danos e pagamento de compensações resultantes dos incêndios da semana passada os seguros relativos a habitações ou empresas têm de ser acionados antes dos apoios públicos.

Pedro Marques falava no final de uma reunião entre a Associação Portuguesa de Seguradores e o primeiro-ministro, António Costa, em São Bento, Lisboa, que se destinou a articular no terreno com o setor dos seguros a forma como os apoios vão chegar às pessoas e às empresas atingidas pelos incêndios da semana passada nas regiões Norte e Centro, que provocaram 44 mortos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login