Rendimentos anuais até 8980 euros livres de IRS

CM 12 de outubro de 2017

PCP conseguiu convencer o Governo a aumentar o chamado mínimo de existência.

Por Correio da Manhã

Os contribuintes com rendimentos brutos mensais até 641 euros vão passar a ficar isentos do pagamento de IRS. O Governo cedeu ao PCP na negociação da proposta de Orçamento de 2018 e vai aumentar o chamado mínimo de existência – o limiar a partir do qual é feita a tributação de IRS – dos atuais 8500 euros para os 8980 euros brutos anuais.

"Vai-se traduzir numa melhoria significativa para aqueles que têm os rendimentos mais baixos entre os mais baixos", disse ao CM o deputado Paulo Sá, frisando que estão nesta situação "muitos reformados com pensões abaixo dos 700 euros e muitos trabalhadores com o salário mínimo nacional". "A medida abrange sobretudo os contribuintes do atual 1º escalão e os contribuintes na parte inferior do atual 2º escalão". Segundo o deputado são entre "200 e 300 mil agregados que ou deixam de pagar IRS ou vão passar a pagar um valor muito reduzido".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login