Professores abrem guerra na geringonça

CM 05 de outubro de 2018

Governo não cedeu e decidiu que docentes vão recuperar dois anos, 9 meses e 18 dias.

Por Correio da Manhã

Na véspera do Dia Mundial dos Professores, o Governo decidiu ‘premiar’ os milhares de docentes com a aprovação do decreto-lei que define que a recuperação de dois anos, nove meses e 18 dias do tempo de serviço congelado.

Uma medida que vai contra a exigência da classe -queriam ver contabilizados 9 anos, 4 meses e dois dias- e que abriu uma ‘guerra’ na geringonça.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login