Portugal perde 25 milhões em impostos com jogo online

Negócios 04 de dezembro de 2017

Um estudo da Remote Gambling Association mostra que sete em cada 10 apostadores recorrem a operadores não licenciados em Portugal e, portanto, ilegais. Estes jogadores são sobretudo homens, jovens e dedicam-se às apostas desportivas, para as quais se pede uma nova base tributável.

Por Wilson Ledo - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login