Polícia seguiu pista falsa durante quatro anos no "caso Maddie"

CM 07 de maio de 2018

Imagem de homem a transportar uma criança foi durante anos uma das principais linhas de investigação.

Por Correio da Manhã

A imagem de um homem a transportar uma criança na noite em que Madeleine McCann desapareceu do aldeamento turístico onde estava instalada com os pais na praia da Luz, em Lagos, foi durante quatro anos uma das maiores linhas de investigação das autoridades portuguesas e britânicas. No entanto, a imprensa britânica revela agora que esta não passava de uma pista falsa, cuja explicação esteve sempre à vista da polícia.

Segundo avança o The Sun, a resposta para este quebra-cabeças seria Julian Totman, um médico que admitiu ter passado com a filha de dois anos em frente do apartamento onde a família McCann estava instalada. O homem, que também estaria instalado no mesmo resort que os ingleses, teria ido buscar a filha a uma creche. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login