Os rostos do massacre em escola dos EUA

CM 16 de fevereiro de 2018

Jovem de 19 anos matou 17 pessoas a tiro e fez 14 feridos.

Por Correio da Manhã

Terá sido por uma crise amores que Nikolas Cruz, ex-aluno do liceu Stoneman Douglas, na Flórida, entrou na antiga escola que frequentou e disparou indiscriminadamente sobre alunos, professores e auxiliares. O jovem, de 19 anos, matou 17 pessoas e deixou 14 feridas, algumas em estado crítico. Numa altura em que é desvendado o passado violento e a obsessão de Nikolas com armas, já se conhecem as identidades de todas as vítimas do massacre.

Jaime Guttenberg
Tinha 17 anos e era aluna daquela escola, que o irmão também frequentava. Os pais, Fred e Jennifer, tentaram saber como estavam os filhos nas redes sociais logo após o ataque. Jesse, o irmão mais novo de Jaime, conseguiu fugir. A jovem foi atingida mortalmente."Perdemos a nossa menina num violento tiroteio na escola. Sinto-me arrasado a escrever isto, toda a família tenta encontrar uma maneira de enfrentar esta situação", escreveu o pai da jovem no Facebook.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui