Museu de Arte Urbana com 300 obras de Vhils

CM 13 de janeiro de 2017

Câmara apoia 46 iniciativas, desde a cultura ao desporto, com 8 milhões de euros.

Por Correio da Manhã

Depois da Casa das Histórias Paula Rego, Cascais vai ter este ano "um segundo navio almirante da cultura", revelou esta sexta-feira o vice-presidente da câmara, Miguel Pinto Luz. Trata-se da criação do Museu de Arte Urbana, com o artista Vhils na primeira linha, com 300 obras da sua coleção particular.

A acompanhar Vhils - Alexandre Farto de seu nome, pintor e grafiteiro português, conhecido pelos seus "rostos" esculpidos em paredes - estarão outros artistas nos 1200 metros quadrados de arte urbana no bairro dos Museus.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login