Mitch McConnell recusa escolha de Obama para o Supremo Tribunal

CM 16 de março de 2016

Líder da maioria do Senado só vai submeter o nome após as eleições presidenciais.

Por Correio da Manhã

O líder da maioria republicana no Senado dos Estados Unidos, Mitch McConnell, afirmou esta quarta-feira que não vai submeter a votação a nomeação do juiz Merrick Garland para o Supremo Tribunal até à eleição de um novo presidente.

"Os americanos podem eleger um presidente que decida nomeá-lo [mas] o próximo presidente também pode nomear alguém muito diferente", disse McConnel minutos depois de o presidente Barack Obama ter anunciado a sua escolha.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login