Jornalista que agrediu refugiados condenada a pena suspensa

CM 13 de janeiro de 2017

Petra Laszlo era acusada de pontapear e rasteirar refugiados, entre eles crianças.

Por Correio da Manhã

Petra Laszlo, a jornalista húngara que em setembro de 2015 foi filmada a agredir refugiados que entravam no seu país a partir da fronteira sérvia, foi condenada a três anos de pena suspensa com liberdade condicional.

O juiz que dirigiu o julgamento e ditou a sentença, na passada quinta-feira, indicou, de acordo com os meios de comunicação húngaros, citados pela agência Efe, que o comportamento de Lazlo foi contrário às normas da sociedade e rechaçou o argumento do seu advogado de que a condenada atuou em autodefesa ao ver centenas de pessoas correr em direção a ela.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login