Inspetores impedidos de entrar em Douma

CM 17 de abril de 2018

EUA acusam a Rússia de travar a entrada de uma equipa e diz que os russos estão a apagar as provas do ataque químico.

Por Correio da Manhã

Os EUA acusaram esta segunda-feira a Rússia de impedir o acesso de inspetores internacionais a Douma para investigar o alegado ataque químico que matou pelo menos 60 pessoas na cidade. Dizem ainda que os sírios ou os russos terão manipulado as provas do ataque.

O Kremlin nega e culpa Washington, dizendo que travou os inspetores da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPCW) por razões de segurança, devido aos mísseis lançados no fim de semana pelos EUA, Reino Unido e França.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login