Hormonas lançadas na água e aumento da temperaturas inibem reprodução dos peixes

CM 23 de outubro de 2017

Situação verifica-se diariamente e "não tem tido a atenção que merecem", revelou a investigadora.

Por Correio da Manhã

Um estudo do Porto demonstrou que as hormonas presentes nas pílulas e lançadas nas águas residuais, em conjunto com o aumento da temperatura causado pelas alterações climáticas, podem afetar a reprodução dos peixes e colocar em risco ecossistemas aquáticos.

Este estudo teve como principal objetivo avaliar os efeitos interativos entre o aumento de temperatura e as hormonas presentes nas pílulas, usadas também em terapias hormonais de substituição (utilizadas em doentes com cancro, por exemplo), na reprodução e na descendência do peixe zebra, explicou à Lusa a investigadora Patricia Cardoso, do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) da Universidade do Porto.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login