Governos da República e da Madeira preveem ter solução para viagens em 60 dias

CM 28 de novembro de 2017

Entre 2014 e 2016, não só cresceu o preço médio por bilhete de 148 para 262 euros, como também o número de passageiros de 120 mil para 148 mil.

Por Correio da Manhã

O ministro das Infraestruturas e o vice-presidente do Governo Regional da Madeira definiram esta terça-feira um prazo de 60 dias para encontrar uma solução para o preço das viagens aéreas, através de um grupo de trabalho.

"Os cidadãos da Madeira, mesmo com o subsídio à mobilidade, estão a pagar o mesmo ou mais do que pagavam antes da alteração deste modelo em 2015 e os encargos para o Estado quadruplicaram neste período", admitiu aos jornalistas o ministro Pedro Marques, no final de uma reunião, em Lisboa, com o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login