Gestão do fundo do Aleixo custa 60 mil euros anuais

CM 28 de setembro de 2016

Autarquia diz que desistir da operação seria prejudicial.

Por Correio da Manhã

A gestão do fundo imobiliário do bairro do Aleixo irá passar a ser gerida pela Fundbox , que por ano irá receber 60 mil euros. A decisão foi aprovada na segunda-feira à noite pela Assembleia Municipal do Porto. Até agora, a gestão do fundo estava a cargo da Gesfimo, do antigo Grupo Espírito Santo, e que anualmente recebia 75 mil euros.

"A Gesfimo pediu um aumento de 12 500 euros por ano sobre os 75 mil euros que cobrava", explicou o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login