Fingiam falar com familiar morto para burlar 100 mil euros a vítima

CM 02 de fevereiro de 2019

Dois homens e uma mulher foram detidos por burla qualificada, que envolvia "supostas atividades esotéricas, cartomancia e espiritismo".

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

Dois homens e uma mulher foram detidos por "fortes indícios" de burla qualificada, que envolvia "supostas atividades esotéricas, cartomancia e espiritismo" que lesaram a vítima em 100 mil euros, anunciou este sábado a Polícia Judiciária (PJ).

A investigação, denominada "Operação Vozes do Além", incidiu sobre factos relativos a uma situação que decorreu nos últimos anos, tendo a vítima entregado aos agora detidos, valores de dinheiro que, no seu conjunto, totalizaram cerca de 100 mil euros, refere a PJ em comunicado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui