FIFA quer limitar entre seis e oito o número de jogadores emprestados

CM 13 de setembro de 2018

Medida procura "garantir a integridade das competições" e acabar com situações de monopólio por parte de alguns clubes.

Por Correio da Manhã

A FIFA pretende limitar entre seis e oito o número de futebolistas emprestados pelos clubes em cada época desportiva, no quadro de uma reforma do regulamento de transferências, noticia esta sexta-feira a AFP, citando fonte próxima do processo.

A medida visa "garantir a integridade das competições" e acabar com situações de monopólio por parte de alguns clubes, que contratam um elevado número de jogadores apenas para serem emprestados a outros clubes, que ficam em posição de inferioridade.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login