Falcão da Fed assusta pombas de Wall Street. Bolsas marcam novos mínimos do ano

Negócios 19 de dezembro de 2018

As bolsas norte-americanas encerraram em queda, depois de a Reserva Federal sinalizar duas eventuais subidas dos juros no próximo ano, quando o mercado estava à espera de um posicionamento mais suave por parte do banco central.

Por David Santiago - Jornal de Negócios

O Dow Jones fechou a sessão desta quarta-feira a cair 1,49% para 23.323,18 pontos e o Standard & Poor’s 500 recuou 1,54% para 2.509,91 pontos.

 

Por sua vez, o tecnológico Nasdaq Composite desvalorizou 2,17% para 6.636,86 pontos.

Os três grandes índices de Wall Street estão já em fase de correcção [quando há uma queda de pelo menos 10% face ao último pico], o que não acontecia desde Março de 2016, e seguem a caminho do seu pior mês de Dezembro desde a Grande Depressão, em 1931.

 

O último mínimo de fecho do S&P 500 este ano tinha sido de 2.581 pontos, tendo sido marcado em inícios de Fevereiro. Em Setembro atingiu um novo máximo histórico, mas no último trimestre tem estado a ser fortemente penalizado por um movimento de "sell-off" - o mesmo acontecendo com o Dow e o Nasdaq.

Os actuais níveis, além de serem os mais baixos do ano, não se verificavam há 14 meses.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login