Excedente comercial da União Europeia com os EUA aumenta até Setembro

Negócios 15 de novembro de 2018

Os desejos de Trump não estão a ser concretizados. Pelo menos é isso que os números sinalizam: o excedente comercial da União Europeia com os EUA continua a aumentar.

Por Tiago Varzim - Jornal de Negócios

Apesar dos esforços acordados entre Jean-Claude Juncker e Donald Trump, o excedente comercial que a União Europeia tem com os Estados Unidos aumentou. Ou seja, as exportações europeias para território norte-americano estão a crescer mais do que as importações norte-americanas em território europeu. Os dados foram publicados esta quinta-feira, 15 de Novembro, pelo Eurostat.

O arranque da guerra comercial tinha um objectivo bastante claro por parte do presidente norte-americano: os EUA registam um défice comercial de bens com vários países, o que tem de acabar (ou, pelo menos, melhorar). E se isso não está a acontecer com a China - que já foi alvo de uma série de tarifas aduaneiras -, também não se verifica na União Europeia que, para já, só foi alvo de tarifas no aço e alumínio. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui