Ex-autarca alega demência para faltar a tribunal

CM 05 de dezembro de 2018

Ferreira Torres justificou com atestado por anomalia psíquica.

Por Ana Silva Monteiro - Correio da Manhã

Avelino Ferreira Torres, o polémico ex-presidente da Câmara de Marco de Canaveses, acusado por burla tentada e falsificação de documentos, faltou esta terça-feira à primeira sessão de julgamento e a ausência foi justificada por doença grave.

O Tribunal de São João Novo, no Porto, pediu ao Instituto de Medicina Legal (IML) que avalie a eventual inimputabilidade do arguido de 73 anos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login