Conselho de Administração do DIA critica proposta de magnata russo para o grupo

CM 03 de março de 2019

Multimilionário Mikhail Fridman anunciou no início de fevereiro o lançamento de uma OPA sobre a cadeia de supermercados.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

O Conselho de Administração dos supermercados DIA afirmou este domingo que o aumento de capital de 500 milhões de euros proposto pela LetterOne, do magnata russo Mikhail Fridman, leva o grupo a uma dissolução ou ao concurso de credores.

Num comunicado enviado este domingo à Comissão Nacional de Mercado de Valores, a administração da cadeia DIA destaca que a proposta da LetterOne, "tal como está configurada atualmente, não proporciona soluções eficazes e imediatamente executáveis para os desafios que a empresa enfrenta a curto prazo".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login