Caxinas denuncia concorrência desleal

Record 21 de fevereiro de 2019

A FPF obriga os clubes que participam na 1ª liga a terem equipas de juniores a, b e c em competições oficiais

Por Record - Record

Com apenas uma jornada para disputar na fase regular das sete séries da 2ª Liga de futsal, nove das doze vagas para as duas séries da fase de subida (Norte e Sul) já estão preenchidas. Os clubes apurados para a última etapa que decide quem são as duas equipas - uma do Norte e uma do Sul - que sobem ao escalão principal são Candoso, Nun’Álvares, Caxinas, Boavista, Nelas, Lobitos, São João, Estoril e Portimonense.

Alguns destes clubes, casos do Candoso, o Nun’Álvares e o Lobitos, não estarão a cumprir com o Artigo 9º, Qualificação Nº4, dos regulamentos da FPF, que obriga as equipas participantes no escalão principal a apresentarem "equipas de juniores A, B e C, que tenham participado nas competições oficiais nacionais ou distritais da respetiva categoria na época anterior à participação na prova".

Ora, o Caxinas tomou conhecimento da situação e enviou à AF Porto um pedido de audiência urgente, alertando que os três clubes acima referidos não cumprem os regulamentos exigidos pela FPF e estão a estudar uma forma de dar a volta às regras. "O Candoso e o Nun’Álvares estão a preparar as inscrições em falta, junto da AF Braga, para participar, a partir do próximo mês, numa prova de caráter duvidoso para que assim possam invocar o cumprimento do regulamento em questão, caso consigam a tão ambicionada subida à 1ª Liga de futsal", revelou o clube de Vila do Conde em comunicado, antes de acrescentar que será injusto se algum destes clubes subir de divisão. "Se subirem à 1ª Liga é um caso de concorrência desleal em relação às equipas da AF Porto. Somos um clube de gente humilde, voluntariosa, solidária e que preza, desde sempre, a verdade e a justiça no desporto nacional", acrescentaram os caxineiros.

"Vice" deixa apelo para a FPF intervir

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui