Cão é morto por segurança de supermercado e gera revolta

CM 05 de dezembro de 2018

Caso aconteceu em São Paulo, no Brasil. Ativistas, internautas e famosos brasileiros exigem consequências.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

Um cão foi espancado até à morte no passado sábado, dia 1, por um segurança da rede de supermercados do Brasil, em Osasco, no Brasil. 

A denúncia foi feita nas redes sociais e está a gerar muita indignação entre ONG's, famosos brasileiros e internautas devido à violência com que o animal foi agredido. 

Nas imagens partilhadas vê-se o animal ferido e várias marcas de sangue no chão da loja, em São Paulo. O cão chegou a ser socorrido pelo Centro de Controlo de Zoonoses (CCZ), mas não resistiu aos ferimentos, acabando por morrer.

Funcionários do supermercado alegam ter testemunhado o ocorrido e dizem que o animal teria sido agredido com uma barra de ferro. Há ainda testemunhos de que o cão também poderá ter sido envenenado.


De acordo com a imprensa brasileira, o animal estava na loja de Osasco há alguns dias e chegou a receber água e alimentos dos funcionários  no local. Ainda de acordo com denúncias nas redes sociais, o segurança da loja teria agredido o cão após uma suposta ordem do superior para "limpar" o supermercado. 

Vários ativistas e defensores dos animais já se posicionaram para que o caso tivesse consequências. 

O  Carrefour já emitiu um comunicado sobre o caso, afirmando que repudia "maus-tratos contra animais e que afastou temporariamente a equipa de segurança" que estava de serviço naquele dia enquanto prosseguem as investigações.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login