Ataque à Academia: prazo de prisão preventiva dilatado

Record 04 de janeiro de 2019

Alargamento até 21 de setembro para que seja proferida a decisão instrutória

Por Record - Record

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Barreiro declarou a especial complexidade do processo da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, pedida pelo Ministério Público, o que, consequentemente, dilata o prazo de prisão preventiva dos arguidos.

"Porque os crimes em investigação se encontram previstos no n.º2 do n.º215 do CPP [Código de Processo Penal] e porque, cumulativamente, o número de arguidos e de suspeitos é elevado [44] e se verifica um alto nível de organização do crime, sendo ainda muito elevado o volume de informação e a complexidade do objeto do processo (...), declaro a especial complexidade do presente procedimento", fundamenta o juiz de instrução criminal (JIC) Carlos Delca no despacho judicial, a que a agência Lusa teve hoje acesso.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login