Associação de Midões apoia vítimas dos incêndios para prevenir casos de fome em Tábua

CM 23 de outubro de 2017

Só nestas duas regiões as chamas destruíram 50 casas.

Por Correio da Manhã

O apoio às vítimas dos incêndios particularmente na zona de Tábua e a criação de condições para evitar situações que "poderão ser de fome" são as principais preocupações da associação criada em Midões, naquele concelho do distrito de Coimbra.

"Só em Midões arderam 50 casas, mas poderiam ter ardido 200, se nós [a população] não tivéssemos sido todos bombeiros", afirma à agência Lusa o empresário Fernando Tavares Pereira, impulsionador do Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (MAAVIM), "formalmente constituído na passada quinta-feira", dia 19.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login