Arrendar ou comprar: Vale a pena investir em Lisboa?

Negócios 20 de novembro de 2018

O preço das casas disparou. Os valores estão inflacionados em algumas zonas da cidade. Mas ainda há boas oportunidades de investimento para arrendamento, sobretudo na periferia.

Por Deco Proteste - Jornal de Negócios

Descobrir um imóvel a bom preço, em Lisboa, é quase como encontrar uma agulha no palheiro. Não é fácil! Mas é possível. No segundo trimestre de 2018, foram vendidos 45.619 imóveis, o número mais elevado desde que há registo.

A redução das taxas de juro, a queda do desemprego e a baixa inflação impulsionaram, nos últimos anos, o investimento imobiliário. A vinda de estrangeiros para residir em Lisboa e a turba de turistas que invadiu a cidade, aumentaram ainda mais a pressão sobre a procura. O setor da construção, porém, não estava preparado para responder. Desde 2005, o número de fogos concluídos em construções novas para habitação familiar diminuiu, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística, em vários municípios, tendo atingido o valor mínimo em 2015. Apenas em 2016 e 2017, houve uma ligeira subida. Ainda assim, concluíram-se, no ano passado, menos 88,3% dos fogos do que em 2000. A exceção verificou-se, em 2014, na Área Metropolitana de Lisboa, onde houve um acréscimo de 112,5% nos fogos licenciados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login