António Costa prefere ações a declaração conjunta na cimeira UE-Liga Árabe

Negócios 24 de fevereiro de 2019

O primeiro-ministro, António Costa, desvalorizou este domingo a possível ausência de uma declaração conjunta no final da cimeira União Europeia-Liga Árabe, sustentando que o essencial é "a mensagem política" inerente ao primeiro encontro entre os líderes dos dois blocos.

Por Lusa - Jornal de Negócios

Perante a perspetiva de a histórica cimeira entre a União Europeia (UE) e a Liga Árabe, a primeira entre os líderes dos dois blocos, não ter uma declaração conjunta que traduza os compromissos assumidos durante os dois dias de reunião, António Costa defendeu que "não vale a pena" centrar-se em "questões formais".

 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login