Alzheimer Portugal obrigada a fazer cortes

CM 06 de janeiro de 2019

Técnicos Oficiais de Contas recomendaram corte de despesas para equilibrar contas.

Por Sónia Trigueirão - Correio da Manhã

A Associação Alzheimer Portugal está em reestruturação e teve de apresentar uma revisão ao orçamento para poder sobreviver e assegurar a atividade. Os técnicos oficiais de contas recomendam o corte de despesas. As dificuldades financeiras devem-se à quebra nos apoios do Estado e ao atraso na revisão de um protocolo da parte da Segurança Social.

De acordo com o Relatório de Contas de 2017, a Alzheimer Portugal apresentou um resultado negativo de 11 mil euros, quando em 2016, tinha fechado o ano com 169 mil euros positivos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui