Agressão fatal para gerente de bar

CM 09 de setembro de 2017

Paulo Santos foi agredido violentamente na cabeça e acabou por morrer no hospital.

Por Correio da Manhã

Paulo Santos, o homem de 35 anos que foi brutalmente agredido durante a madrugada de domingo, em Albufeira, não sobreviveu aos graves ferimentos que sofreu e acabou por morrer, ontem, depois de cinco dias internado nos Cuidados Intensivos do hospital de Faro.

A violenta agressão na cabeça, aliada à queda que lhe acabou por partir duas vértebras, foi fatal para Paulo Santos, que estava desde domingo num estado de morte cerebral. Este era o desfecho já esperado pelos familiares do gerente de um bar na zona de Santa Eulália, em Albufeira, uma vez que os médicos já tinham dado apenas um por cento de hipótese de sobrevivência devido à gravidade dos ferimentos. O óbito foi oficialmente declarado ontem à tarde, depois do corpo de Paulo ter expulsado todos os medicamentos usados para reavivar o cérebro.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui