R Kelly considerado culpado de extorsão e tráfico sexual

R Kelly considerado culpado de extorsão e tráfico sexual
Ana Bela Ferreira 28 de setembro

Júri considerou o cantor culpado de gerir uma empresa criminosa que obrigava mulheres a atos sexuais e as submetia a tortura psicológica.

O popular cantor R Kelly foi considerado culpado por um júri dos crimes de extorsão e tráfico sexual, depois de um julgamento em que a acusação o descreveu como um predador implacável que atacava meninas e mulheres negras.

Os sete homens e cinco mulheres que compuseram o júri começaram a deliberar na sexta-feira, depois das alegações finais dos procuradores e da defesa e de terem sido ouvidos alguns testemunhos chocantes de abusos de mulheres, raparigas e rapazes.

O cantor de 54 anos vinha acusado de gerir uma empresa crimanal, sediada em Chicago, através da qual recrutava algumas das suas denunciantes para práticas sexuais que estas não consentiam e acabavam a ser torturadas psicologicamente. Várias testemunhas contaram que foram sujeitas aos caprichos cruéis de Kelly quando ainda eram menores de iddade, num esquema que já se estende há mais de 20 anos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui