A vida desconhecida de Maud Queiroz Pereira
14 de outubroAna Taborda

A vida desconhecida de Maud Queiroz Pereira

A matriarca de uma das mais poderosas famílias portuguesas deixou milhares de euros aos empregados e distribuiu as suas muitas joias e peças de arte pela família e amigos. Discreta e aventureira, chegou a saltar de paraquedas com um dos filhos e até aos 94 anos nadava todos os dias – só já não mergulhava de cabeça.

Bastidores: Uma mulher discreta

Revelamos os testamentos de Maud Queiroz Pereira; falámos com a britânica Michela Wrong sobre a violência no Norte de Moçambique; contamos a história de Dulce Correia, cuja vida inspirou a série Vanda; e entrevistamos o herói do futsal Pany Varela

Notários vão dar prioridade a testamentos e escrituras urgentes
23 de março de 2020Jornal de Negócios

Notários vão dar prioridade a testamentos e escrituras urgentes

Metade dos cartórios estão fechados, mas a Ordem garante que oferta vai subir “significativamente” e que notários vão assegurar os atos essenciais para “evitar o estrangulamento financeiro dos empresários e das famílias”.

Portugal fora, atrás do Carnaval
21 de fevereiro de 2020Markus Almeida

Portugal fora, atrás do Carnaval

Começando na fronteira Norte e terminando bem a Sul, guiamo-lo pelas festas e cortejos que vão animar este Entrudo. Dos Caretos de Podence ao samba da Madeira, há propostas para todos os gostos

3
Os filhos, as amantes e os testamentos
09 de abril de 2019Diogo Camilo

Os filhos, as amantes e os testamentos

Só este ano, o Tribunal da Relação de Lisboa foi chamado a pronunciar-se sobre dois casos de testamentos para as amantes. Num deles, foi aceite um casamento 13 dias antes da morte. No segundo, a mulher foi condenada por má-fé

8
A herança de milhões de Mário Soares
12 de março de 2019Maria Henrique Espada

A herança de milhões de Mário Soares

Um colégio, casas, terrenos, uma Fundação à procura de um futuro e depósitos bancários. Dois anos após a sua morte, a SÁBADO investigou toda a herança deixada pelo antigo Presidente da República.

Relatório minoritário

Devolver credibilidade à Defesa

Esta é uma oportunidade, embora limitada pela forma de Governo, pelas opções pessoais disponíveis, e pelas continuadas consequências do gravíssimo caso de Tancos, para se recuperarem três anos de desastre na Defesa Nacional. Não vale a pena maldizer o passado, mas é preciso relembrar alguns princípios que deviam guiar a supervisão política nesta área. A seguir, 12 contributos

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana