O pacto secreto dos três maçons e a corrupção na câmara
António José Vilela

O pacto secreto dos três maçons e a corrupção na câmara

Um acordo criminoso não cumprido na venda de um terreno público que iria defraudar o Estado. Uma autarca endividada por empréstimos pessoais e que tomava decisões após consultar uma “conselheira espiritual”. O dinheiro encontrado num cofre e em envelopes. E o alegado pacto do deputado do PS com os dois amigos que tinham feito juras de fidelidade nos templos da maçonaria.

Adormeci num tapete de 6.210 picos...
Raquel Lito

Adormeci num tapete de 6.210 picos...

E depois das dores e dos gritos, veio o alívio. Testámos, durante uma semana, a resistência aos espigões que são a nova corrente antistresse que está a chegar a Portugal.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana