Trabalhadores do São Francisco Xavier infectados com Legionella

Trabalhadores do São Francisco Xavier infectados com Legionella
Diogo Barreto 29 de novembro de 2017

Dois funcionários foram infectados durante o surto no hospital. A unidade pediu uma avaliação urgente ao risco da manutenção de estruturas.


Depois do surto de legionella, cerca de 170 trabalhadores do Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, foram rastreados à presença da bactéria, mas apenas dois foram infectados pela bactéria. Entretanto, o hospital pediu ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil uma avaliação urgente ao risco da manutenção de estruturas e admite que ainda não sabe se houve falha técnica na origem do surto.

A informação está a ser avançada pela administradora daquela unidade de saúde, Rita Perez, que falava na comissão parlamentar da Saúde, onde está a decorrer uma audição sobre o surto de legionella no São Francisco Xavier. A administradora confirmou que "um acidente adverso imprevisto" esteve na base do problema. Para Perez, caso não tivesse ocorrido o acidente, "não existia infecção".

Segundo Rita Perez, no seguimento deste surto foi criado um local específico no hospital onde foram rastreados os trabalhadores com sintomas da pneumonia. Por esse local passaram 170 funcionários, dos quais dois revelaram-se infectados com a bactéria.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais