GNR quer Avipronto investigada por alegada omissão de casos de coronavírus

GNR quer Avipronto investigada por alegada omissão de casos de coronavírus
SÁBADO 19 de maio de 2020

Testes à Covid-19 detetaram 129 casos positivos entre os cerca de 200 trabalhadores da empresa de produtos alimentares, que continua a laborar.

A GNR fez uma queixa-crime ao Ministério Público da Avipronto, na Azambuja, onde no início de maio foi encontrado um foco de Covid-19. Em causa está a ocultação por parte da administração, que a GNR quer ver investigada, do aparecimento de casos da doença na empresa. A Procuradoria-Geral da República confirmou ao Correio da Manhã a receção da denúncia, referindo que já foi aberto um inquérito que corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Alenquer.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais