Empresas que permitem assédio vão ser referenciadas numa lista

Empresas que permitem assédio vão ser referenciadas numa lista
Diogo Barreto 02 de outubro de 2017

As empresas portuguesas que forem condenadas por não revelar casos de assédio passarão a fazer parte de uma "lista negra".

Segundo dados da Comissão Para a Igualdade no Trabalho (CITE)*, 16,5% da população activa já foi alvo de assédio moral no trabalho pelo menos uma vez. O número desce para 12,6% quando se fala de assédio sexual. No entanto, entrou em vigor este domingo uma lei que tenta impedir este tipo de assédio que afecta mais do que um em cada dez trabalhadores. Segundo as novas regras, as empresas com mais de sete trabalhadores terão de implementar um código de conduta.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais