Edições do dia Manhã
Secções
Entrar

Governo ameaça países que proíbem entrada de portugueses com retaliações Exclusivo

SÁBADO 18 de junho de 2020

Ministério dos Negócios Estrangeiros considera que medidas tomadas por países como Dinamarca e Espanha foram feitas "ao arrepio" de recomendações da União Europeia e que existem mais casos em Portugal porque foram feitos mais testes.

Alguns países da União Europeia já anunciaram que não irão receber portugueses devido à subida de casos de Covid-19 em Portugal nas últimas semanas. Em reação, o Ministério dos Negócios Estrangeiros considera que as medidas tomadas por países como Dinamarca ou Áustria foram tomadas "ao arrepio" de recomendações de Bruxelas e que existem mais casos, porque foram feitos mais testes.

Augusto Santos Silva Reuters

Ao Público, o ministério de Augusto Santos Silva refere que Portugal pode "aplicar o princípio da reciprocidade", retaliando com probições de entradas de cidadãos destes países em Portugal. 

Também ao Jornal de Notícias, o Ministério dos Negócios Estrangeiros aponta que as medidas que proíbem ou limitem a entrada de países europeus "contrariam flagrantemente" o espírito da União Europeia, defendendo que Portugal está a ser prejudicado pelo sucesso da sua estratégia.

Esta quinta-feira a Dinamarca foi o novo país a colocar Portugal na sua lista negra, tal como à Suécia, impedindo a entrada de cidadãos de países com altas taxas de infeção. No início da semana, a Áustria abriu as fronteiras a todos os países da UE, com exceção para Portugal, Espanha, Reino Unido e Suécia. Em Espanha, a reabertura de fronteiras foi antecipada para 21 de junho, exceto em relação a Portugal, que só ocorrerá a 1 de julho.

Outros países, como o Chipre, só permitem a entrada de portugueses em "casos excecionais", meadiante a aprovação do governo. Países como Lituânia e Letónia apenas permitem a entrada de cidadãos provenientes de países com menos de 25 pessoas infetadas por cada 100 mil habitantes - Portugal tem neste momento 44 pessoas por cada 100 mil.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana

Alguns países da União Europeia já anunciaram que não irão receber portugueses devido à subida de casos de Covid-19 em Portugal nas últimas semanas. Em reação, o Ministério dos Negócios Estrangeiros considera que as medidas tomadas por países como Dinamarca ou Áustria foram tomadas "ao arrepio" de recomendações de Bruxelas e que existem mais casos, porque foram feitos mais testes.

Para continuar a ler
Para continuar a ler
´
Artigos Relacionados
Aqui vai ficar a recomendação
As mais lidas
Investigação
Investigação SÁBADO

Paula perdeu os dentes, gengivas e osso em onze cirurgias falhadas

TextoAna Leal
FotosRicardo Meireles
Portugal

Desertor russo quer viver em Portugal

TextoAna Leal
FotosDR
Investigação SÁBADO

Grupo empresarial suspeito de descargas poluentes sem castigo

TextoCláudia Rosenbusch
Fotosfotos d.r.
Portugal

Investigação SÁBADO. Golpe ao telefone

TextoMárcia Sobral
FotosPedro Catarino
Investigação SÁBADO

Arrábida: o faroeste legal agravou-se

TextoCláudia Rosenbusch
FotosMiguel Baltazar
Portugal

Investigação SÁBADO. Os superassessores de Lisboa

TextoMaria Henrique Espada
Desporto

Snus: o polémico estimulante que é visto como a "nova droga" dos jogadores de futebol

TextoMargarida Gaidão com Márcia Sobral
FotosSÁBADO / Nelson Malcata