De Ranholas a Kiev: a NATO
Nuno Rogeiro
04 de julho

De Ranholas a Kiev: a NATO

A Aliança Atlântica, de que Portugal é fundador, revê esta semana o seu conceito estratégico. O principal fantasma a determinar a mudança: a mudança russa e o que isso trará ao mundo.

Era uma criança, mas lembro-me do sítio. Uma pequena vivenda rural de ar modesto, quase envergonhado, num campo com algumas antenas, à beira do caminho, que se fazia de forma ronceira, entre a Lisboa ocidental-setentrional e Ranholas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais