“Só é vencido quem desiste de lutar”
Margarida Davim Jornalista
21 de janeiro

“Só é vencido quem desiste de lutar”

Foi no dia do funeral de Mário Soares que lhe conheci a frase de que mais gosto. Tinha acabado de saber que estava grávida.

Foi no dia do funeral de Mário Soares que lhe conheci a frase de que mais gosto. Tinha acabado de saber que estava grávida, estava naquele momento em que isso ainda tem de ser um segredo, e fiz tudo o que não devia. Estive longas horas em pé, sem comer, corri quilómetros atrás do cortejo fúnebre e quase me envolvi numa luta física com um polícia que, não tendo percebido que eu era jornalista, me quis impedir de entrar no Cemitério dos Prazeres.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login