Estalo de génio
João Pedro George
27 de junho

Estalo de génio

Favorecido por uma inesgotável veia poética, que prepondera sobre o seu espírito analítico, o empresário português recorda-nos algo tão simples e ao mesmo tempo tão essencial: a poesia está em tudo!

PARA IR DIRECTO AO ASSUNTO, Portugal é um país extraordinário. Não me interpretem mal. Não considero Portugal melhor que qualquer outra nação. Quero apenas dizer que é um país a tal ponto único que merece a nossa total admiração, o nosso justo louvor.

Quem duvida ponha o dedo no ar. Todos? Ainda bem, porque o objectivo destas crónicas é mudar um pouco o curso dos vossos pensamentos, é quebrar barreiras e estereótipos, para que não pactuem com os lugares-comuns sobre a identidade nacional, o destino português, a portugalidade.

A fonte de onde dimana a minha convicção, e que me permite com segurança absoluta afirmar que Portugal é um país que desafia a imaginação mais fértil, não podia ser mais óbvia: os nomes das suas pequenas e médias empresas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais