A Fenda
João Pedro George
13 de junho

A Fenda

A relação do editor com os livros é algo da mesma ordem da relação do psicanalista com o inconsciente: ambos são como crianças que abrem os brinquedos para ver como é que funcionam por dentro.

O Vasco Santos, dos livros Fenda, é o príncipe dos editores portugueses. Tem cara de editor, cabelo de editor, olhar de editor. Além de editor, é psicanalista. Acumula.

As semelhanças entre o editor e o psicanalista são bem maiores que as diferenças. De certo modo, a relação do editor com os livros é algo da mesma ordem da relação do psicanalista com o inconsciente: ambos são como crianças que abrem os brinquedos para ver como é que funcionam por dentro.

Os dois transformam a vida em histórias ou narrativas que operam como realidades autónomas (isto poderia ser assunto para uma crónica inteira mas tranquilizem-se, caros leitores!, a vossa paciência felizmente não mo permite).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais