A grande estagnação dos salários
Bruno Faria Lopes Jornalista
12 de março de 2018

A grande estagnação dos salários

A economia cresce, mas o que está a acontecer aos salários? Estão a crescer a passo de caracol cansado e no último trimestre do ano passado terão mesmo caído em termos reais. Como é que isto se explica em pleno ciclo de expansão económica? Há três pistas que ajudam a perceber

A economia cresce como não víamos desde 2000, o emprego recupera a ritmos também inéditos – mas o que está a acontecer aos salários? Estão estagnados. O gráfico abaixo, tirado de um documento publicado recentemente pelo Ministério do Trabalho, mostra que o salário base médio deixou de cair em termos reais (ou seja, descontando o efeito da inflação) desde que a economia começou a crescer em 2014, mas que os ganhos têm sido marginais. Os economistas especializados na área laboral estimam mesmo que no fim do ano passado o cenário tenha sido pior e que a linha vermelha tracejada tenha caído abaixo de zero – ou seja, que em termos médios tenha havido perda de salário. Como explicar esta tendência em ciclo de crescimento? Há pistas que ajudam a perceber.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais