Instantâneos ou quase (56)
António José Vilela Diretor-adjunto
17 de julho

Instantâneos ou quase (56)

O pedido de absolvição do Ministério Público para Azeredo Lopes no caso Tancos, devia ser um caso de estudo na escola da magistratura. É que, antes, o mesmo MP não tinha dúvidas de que o ex-ministro sabia que a PJM estava a investigar à revelia da PJ.

Voltem, please
Devo ser só eu que vou ter saudades dos desfiles da Victoria’s Secret. Mulheres glamorosas, lindas de morrer, que agora nos dizem que não devem simplesmente existir. Que o melhor é o normal, às vezes com pneus. É sexista sonhar, parece.

Justiças
O pedido de absolvição do Ministério Público para Azeredo Lopes no caso Tancos, devia ser um caso de estudo na escola da magistratura. É que, antes, o mesmo MP não tinha dúvidas de que o ex-ministro sabia que a PJM estava a investigar à revelia da PJ.

Verdadinha
Confesso que gosto do Henrique Neto, um empresário que já fugiu ao fisco e se candidatou à presidência. É sempre de louvar alguém que diz isto sem filtro numa entrevista: "O ministro do Ambiente é um tresloucado completo."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais