Carga de trabalhos: TPC para crianças e adolescentes em burnout
Paula Cordeiro
07 de fevereiro de 2020

Carga de trabalhos: TPC para crianças e adolescentes em burnout

"A expressão "no meu tempo" faz-me pensar sempre em pessoas muito velhas mas, na verdade, no meu tempo, quando era criança, não me lembro desse flagelo a que chamam Tortura Para Crianças, os Trabalhos Para Casa."

Acredito que os bons exemplos servem para ser replicados, adaptados, copiados se preciso for. A expressão "no meu tempo" faz-me pensar sempre em pessoas muito velhas mas, na verdade, no meu tempo, quando era criança, não me lembro desse flagelo a que chamam Tortura Para Crianças, os Trabalhos Para Casa. A ideia de que tenho é que nos pediam pequenas tarefas para reforçar a matéria que estudávamos na sala de aula: uma cópia, uma composição, um problema e não páginas e páginas de fichas de trabalho que incluem perguntas às quais nem os pais não sabem responder - porque aprenderam de forma diferente, com outros métodos e modelos - mas, principalmente, trabalhos que incluem questões superficialmente abordadas nas aulas e que, esperam alguns professores, se consolide em casa. Queridos professores: não consolida. Também há quem decida dar uma lição aos seus meninos e enviar fichas com questões às quais não sabem responder, para que percebam que têm de estar atentos na aula, sem lhes ocorrer avisar os pais, desesperados, em pelo fim de semana, a ensinar os filhos. Está errado. Também sou professora (#sorrynotsorry) não estudei pedagogia para vos apresentar uma dissertação sobre o tema mas, tenho para mim, que isto de ensinar e aprender se faz em aula e que em casa reforçamos o que já aprendemos ou praticamos exercícios para consolidar o que nos tentaram ensinar. Vale para o básico ou, como no meu caso, ensino universitário. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login