Défice público, greves e oráculos
João Paulo Raposo Secretário-geral da Associação Sindical dos Juízes Portugueses
29 de agosto de 2017

Défice público, greves e oráculos

"Quando falamos em fazer contas, não podemos estar a pensar como o merceeiro no deve e haver de hoje de manhã e de logo à tarde, que é como quem diz neste trimestre e no próximo semestre"

Foi notícia da semana, aquando da divulgação da execução orçamental do 1º semestre, a informação de um recuo do défice público de 1.153 milhões de euros face a 2016 o que, de acordo com nota emitida pelo Ministério das Finanças, "permite antecipar o cumprimento dos objectivos orçamentais de 2017". Boas notícias, aparentemente, na área financeira do Estado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui