Abrir portas
Alexandra Cordeiro Psicóloga Clínica e Organizacional
10 de março

Abrir portas

No momento em que se olha para a dor dá-se o reconhecimento, como que uma apresentação cordial e a disponibilidade ao início de uma relação que se pretende como serena e verdadeira.

Dizem que os momentos de crise constituem portas de entrada para oportunidades de melhoria.

E quem fala em momentos de crise, fala de dores de crescimento.

Poderíamos ficar pelas dores apenas. Mas abrir a porta para a dor, constitui a escolha para o crescimento. De querer abrir a porta para conhecer e compreender 'quem' coabita na mesma casa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login