Rússia contesta ameaças do EUA ao governo sírio

Alexandra Pedro 27 de junho de 2017

A Casa Branca fez saber, em comunicado, que "se o Presidente sírio, Bashar al-Assad, lançar um novo ataque ele e o seu exército vão pagar caro"

"Consideramos inaceitáveis as ameaças [dos Estados Unidos da América] contra o Governo sírio", declarou esta terça-feira o porta-voz de Kremlin, Dmitri Peskov, referindo-se às mais recentes intimidações da Casa Branca. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais