Irmãs encontradas mortas na Austrália confessaram medo de ser queer na Arábia Saudita

Asra Abdullah Alsehli, de 24 anos, e Amaal Abdullah Alsehli, de 23, estavam mortas há mais de um mês quando foram descobertas.

Duas irmãs originárias da Arábia Saudita foram encontradas mortas na casa onde viviam em Sydney, na Austrália. Asra Abdullah Alsehli, de 24 anos, e Amaal Abdullah Alsehli, de 23, não apresentavam marcas de violência nem havia nada no apartamento que determinasse entrada forçada. Porém, estavam mortas há mais de um mês quando foram encontradas, o que dificulta o apuramento das causas da morte.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais